Resumo dos posts divididos por seções

 “Dinheiro não compra felicidade, mas compra vinho, que é quase a mesma coisa!” (Anônimo)

foto.jpg

Introdução

Olá amigos, já tivemos vários posts desde o início do nosso blog e esse post tem o objetivo de ser um resumo sucinto e objetivo de cada um deles de forma que, se você perdeu algum conteúdo e/ou deseja revisitá-lo, ele possa ajudá-lo.

Tópicos para Iniciantes

1- Desbravando o mundo do vinho (link para o post)

vinho-e-taca

O primeiro post do nosso blog foi uma visão geral sobre o que é o mundo dos vinhos e como um leigo pode começar a desbravar essa aventura. Há dicas de nomenclaturas, taças, adegas, etc. Nesse post temos uma dica de como escolher o primeiro vinho e harmonização.

2- Como degustar um vinho (link para o post)

wine-legs

O segundo post é sobre como um vinho deve ser degustado e sobre as três fases da degustação: o olhar, o nariz e a boca do vinho.

5- História e tipos de copos ou “taças” de vinho (link para o post)

dancing_woman_krotala_bm_19200613-1

O quinto post é um estudo sobre a história das taças de vinho e os tipos de taças específicas para cada tipo de vinho.

10- Como um vinho é feito? (link para o post)

fluxograma

No décimo post do nosso blog há uma explicação completa sobre como um vinho é feito desde o plantio até a garrafa. Termos como terroir, assemblage, reservado, reserva, gran reserva, etc são explanados nesse post.

37- Evento enogastronomico e minicurso de vinhos (link para o post)

IMG_20170805_130700235

Evento contendo um curso com uma degustação completa desde o hors d’oeuvre até a dessert. Um dos posts mais completos do blog. Vale a pena conferir!!

40- Evento de comemoração Le Grand Chef (link para o post)

IMG-20170901-WA0104

Evento comemorativo de 1 ano de blog. Participação de chefs famosos com ex-participantes do masterchef.

43-Harmonizando vinhos com feijoada (link para o post)

IMG_20171008_132613711

Esse é um post único sobre como harmonizar feijoada com vinhos e/ou espumantes. Temos também um review de 3 grandes vinhos.

45-Harmonizando Bobó de Camarão e Moqueca com Vinhos (link para o post)

IMG_20171012_134832659_HDR.jpg

Esse é um post único sobre como harmonizar bobó de camarão e moqueca com vinhos. Falamos sobre um grande chardonnay brasileiro, um grande sauvignon blanc neozeolandês, um viognier e vários rosés.

50-Tucupi e harmonização de comida paraense com vinhos (link para o post)

IMG_20180224_143051530

Breve resumo da culinária paraense explicando como o tucupi é feito e sobre como harmonizar vinhos com essa culinária tão rica!

54-Vinícola Góes em São Roque, Quinta do Olivardo e o maravilhoso Philosofia (link para o post)

IMG-20180428-WA0138

Primeira visita a uma vinícola do blog com review de quase todos os vinhos famosos da Góes / Casa Venturini. Review do clássico philosofia junto com o magnífico restaurante português Quinta do Olivardo. Alheira, leitão à bairrada e pastelzinho de Belém.

64- Le nez du vin, bardega e mix de clássicos (link para o post)

20190406_195445

Post sobre como aprender sobre vinhos com dicas de livros, curso de aromas (le nez du vin) e sobre onde degustar clássicos. Falamos sobre o supertoscano (bolgheri – o quarto B da Itália), o top da Catena Zapata, Châteauneuf du Pape, vinhos do país basco, pêra manca, chablis, vinho laranja e dois grandes clássicos de bordeaux: um do pomerol e um do médoc.

Tópicos específicos por país/uvas/harmonizações

Quem acompanha o blog desde o começo sabe que ele está todo escrito na perspectiva país/uvas/harmonizações. Falamos sobre como obter o máximo de cada país usando um vinho como exemplo e um prato para harmonização.

Chile/Cabernet-Sauvignon

3- Degustando uma lenda: Casillero del Diablo (Cabernet Sauvignon) (link para o post)

img_20160924_172517990

Primeira degustação do nosso blog! Escolhemos o vinho Casillero del Diablo Cabernet-Sauvignon como escolha para nossa entrada no mundo dos vinhos. A escolha da harmonização foi com Filet Mignon ao Molho Madeira. No post há um passo a passo completo sobre como uma degustação deve ser feita e a história da lenda do casillero del diabo.

25- Don Melchor, o melhor vinho chileno e a churrascaria Vento Haragano (link para o post)

IMG_20170324_204404514

Degustação do melhor Cabernet-Sauvignon do Chile e, possivelmente, do mundo: Don Melchor numa churrascaria top de São Paulo: Vento Haragano.

Argentina/Malbec

4- Malbec, Churrasco, Shangri-la e afins (link para o post)

img_20161008_213545338

No nosso quarto post explicamos porque a Malbec da Argentina é a uva mais perfeita para ser usada num churrasco, falamos sobre a história da Malbec e dos vinhos da Argentina e degustamos três vinhos:

1-Ampakama malbec 2015

2-Fuego Negro malbec 2015

3-Nieto Senetiner malbec 2013

13- Hambúrguer Gourmet: harmonização com cervejas e vinhos (link para o post)

img_20161210_142215618

Nesse post mostramos vários exemplos de como combinar o hambúrguer gourmet com cervejas e vinhos específicos e, principalmente, com a uva malbec da Argentina. Há também a história do hambúrguer.

48-Duelo de Malbec Francês-Argentino, Fuller’s Vintage Ale e Receita de Hambúrguer Artesanal (link para o post)

IMG_20171222_210234337

Receita de hambúrguer artesanal, duelo entre um malbec francês e um argentino e uma cerveja lendária.

60-Degustando vinhos em Buenos Aires e em Montevideo junto com o lendário bife de chorizo angus (link para o post)

IMG-20181123-WA0089

Post sobre Buenos Aires e Montevideo falando sobre como harmonizar o famoso bife de chorizo com o malbec da Argentina e o Tannat do Uruguai.

Estados Unidos/Zinfandel/White Zinfandel

6- Zinfandel, Primitivo e Costelinha do Outback (link para o post)

img_20161021_224433377

No sexto post falamos sobre os vinhos dos Estados Unidos e a história da viticultura do país citando nomes como Robert Mondavi e o Julgamento de Paris. Mostramos como preparar uma costelinha do estilo Outback e como harmonizá-la com a uva mais famosa do país: a Zinfandel.

12- White Zinfandel, Vinho Rosé e Salmão ao Molho de Alcaparras (link para o post)

img_20161202_215256955

No décimo segundo post o assunto é o vinho mais consumido dos Estados Unidos: White Zinfandel. Preparamos também uma receita de salmão ao molho de alcaparras como harmonização.

Uruguai/Tannat

7- Tannat, Uruguai e Parrilla (link para o post)

img_20161028_200430520

O sétimo post foi sobre o Uruguai e sobre a produção do melhor tannat do mundo. Degustamos um dos vinhos dessa uva eleito como um dos melhores do mundo: Rio de Los Pájaros Tannat 2013. A harmonização foi com Parrilla.

Chile/Chardonnay

8- Chardonnay, Camarão na Moranga e Cepas brancas (link para o post)

img_20161102_134302

No oitavo post falamos sobre a uva branca mais famosa do mundo: a Chardonnay. Ensinamos também como fazer uma receita nordestina deliciosa de camarão na moranga.

33- Harmonizando frango assado com vinhos brancos e rosés (link para o post)

IMG_20170603_150428004

Nesse post mostramos como harmonizar frango na brasa com vinhos brancos ou rosés. Há vinhos do chile (chardonnay), rosés franceses, argentinos, áfrica do sul, etc.

Chile/Carmenère

9- Carmenère, Frango Assado e Estrela Chilena (link para o post)

img_20161112_124231476

O nono post foi sobre a uva que é estrela no Chile: a Carmenère. Ensinamos também como harmonizá-la com um frango de padaria.

Brasil/Bento Gonçalves

11- Merlot, Bento Gonçalves e Pizza Gourmet (link para o post)

img_20161125_214548479

Nosso primeiro post sobre os vinhos brasileiros e nossa excelente merlot. Tivemos uma degustação do famoso Salton Desejo Merlot 2008 junto com uma explicação sobre os vinhos Merlot e ensinamos como fazer uma pizza gourmet.

49-O pão líquido, hidromel e receita de pizza com harmonização (link para o post)

IMG_20180106_215506193

Aperfeiçoamento da primeira receita de pizza, o pão líquido, hidromel, beaujolais villages e o valpolicella.

Champagnes/Espumantes

14- Champagne, Lagostim, Agulhinha Frita com Prosecco e Espumantes Nacionais (link para o post)

img_20161214_205309335

No décimo quarto post falamos tudo sobre champagnes, espumantes, proseccos, etc. Tem história, processo de fabricação e harmonização com cauda de lagostim e filet de agulhinha frita.

17- Peru de Natal, Ceia com Pinot Noir e Espumantes Nacionais (link para o post)

img_20161224_212831645

Nesse post demos exemplos de vários espumantes do nordeste de bom custo benefício para usarmos na nossa ceia natalina. Há também um delicioso Pinot Noir Chileno: Ventisquero.

18- Spritzer, Peru, Pernil e Salmão com Espumantes Nacionais e a lendária cachaça: Anísio Santiago (link para o post)

img_20170101_034914607

Esse post foi sobre como fazer uma ceia natalina ou de réveillon com bons espumantes nacionais da região de Bento Gonçalves como o Salton. Ensinamos também como fazer uma bebida com vinho interessante para o verão: Spritzer. Falamos sobre as Aguardentes vínicas e a lendária cachaça Anísio Santiago.

47-Natal, Réveillon, o Quinto Melhor Vinho do Mundo e Duelo de Champagne Francês versus Espumante Brasileiro (link para o post)

IMG_20180102_172014186

Mais um post sobre ceia de Natal e Ano Novo com dicas de harmonizações. Falamos sobre dois dos melhores vinhos Brasileiros: o Salton Talento e o Salton Desejo e também sobre o quinto melhor vinho do mundo: espumante moscatel Casa Perini. Ao fim do Post temos o aguardado duelo entre champagne francês e espumante brasileiro.

66-Paella com lagosta e vieira e duelo de Dom Pérignon versus Moët & Chandon (link para o post)

20191207_182446

Amigos, esse post é a continuação do post de número 47. Nele vamos descobrir se há uma diferença grande entre um vinho de R$300 ou um vinho de R$1500. Há também a história do champagne e do Dom Pérignon.

Itália/Pinot Grigio

15- Lagosta, Caviar e Churrasco com Pinot Grigio e Marquês de Casa Concha (link para o post)

img_20161215_125728682

Esse post foi sobre como ir a um restaurante que serve frutos do mar e churrasco ao mesmo tempo. Harmonizamos lagosta, caviar e outros frutos do mar com um italiano da bodega Sachetto com a uva Pinot Grigio e o churrasco com o maravilhoso chileno Marquês de Casa Concha Cabernet-Sauvignon.

Nova Zelândia/Sauvignon Blanc

16- Ostra Crua, Guaiamum com Polvo e Sinfonia Marítima com Sauvignon-Blanc Neo-Zeolandês (link para o post)

img_20161220_204658221

Nesse post falamos sobre os melhores vinhos produzido com a uva Sauvignon-Blanc do mundo: os da Nova Zelândia. Harmonizamos um produzido por Peter Yealands com uma sinfonia marítima, ostras e guaiamum.

França/Borgonha/Pinot Noir

19- Foie Gras, Escargot, Coq au Vin e Pinot Noir da Borgonha (link para o post)

img_20170106_195426364

Esse foi o primeiro post que começamos a falar sobre os vinhos e culinária da França. Degustamos um bom Pinot Noir da Borgonha com um Foie Gras, Coq au Vin e Escargots.

França/Languedoc-Roussillon/Pinot Noir

58-Espetinho do Tião com vinhos, languedoc-Roussillon e degustação de cervejas belgas (link para o post)

IMG_20180726_181541105.jpg

Post dedicado à harmonização de espetinhos com vinhos, Languedoc-Roussillon e degustação de cervejas belgas.

34- Coq au vin, queijos e vinhos franceses, chartreuse e degustações de pinot noir (link para o post)

IMG_20170611_145757123

Nesse post temos um passo a passo completo da receita de um coq au vin, harmonização com queijos franceses, degustações múltiplas de Pinot Noir da Argentina, Chile, EUA e Borgonha (França). Temos também licores franceses e a famosa Tarte Tatin com sua história.

Israel/França

44- Vinhos de Israel, culinária francesa e receita de steak tartare (link para o post)

IMG_20171031_141202785

Continuação do post sobre a culinária francesa, falando sobre o magret de canard, o cassoulet, o steak tartare, o Foie Gras em Escalope e três clássicas sobremesas francesas: o crème brûlée, a tarte de mille feuille e a torta opera. Ao fim do post temos também uma receita de steak tartare.

Brasil/Vale do São Francisco/Bulgária

20- Vale do São Francisco, Bulgária, Alentejo e o Melhor Uísque do Mundo (link para o post)

img_20170121_212452265

Esse post é uma compilação da degustação de vários vinhos e do melhor uísque do mundo: o Macallan. Há uma breve história sobre vinhos no sertão nordestino e sobre os vinhos da Bulgária.

França/Hermitage/Syraz

21- Boeuf Bourguignon, a melhor cerveja do mundo e a lenda do vinho Hermitage (link para o post)

img_1325

No nosso segundo post com o intuito de desbravarmos a França falamos sobre os melhores Syraz do mundo (Crozes-Hermitage), a melhor cerveja do mundo (Westvleteren 12) e ensinamos como fazer um Boeuf-Bourguignon.

Portugal/Douro/Alentejo/Porto

22- Paleta de cordeiro com batatas aos murros, vinhos do douro e pinot noir californiano com queijo Serra da Estrela (link para o post)

img_20170129_140004634

Primeiro post do nosso blog a adentrarmos no mundo Português. Excelentes vinhos do Douro e do Porto. Exemplar máximo de referência para queijos portugueses.

24- Pato alentejano assado com batatas aos murros, arroz de pato e bacalhau à moda nona com vinhos portugueses e a Cannonau di Sardegna (link para o post)

IMG_20170304_143002360

Segundo post sobre Portugal e seus vinhos. Esse post completa o post 22. Tudo o que você precisa saber sobre Portugal, seus vinhos e sua culinária encontram-se nesses dois posts.

Espanha/Albariño/Vale do São Francisco/Portugal

23- Paella de Frutos do Mar com Albariño, Sauvignon Blanc Gran Reserva, Castello D’Alba Vinhas Velhas e Paralelo 8 (link para o post)

IMG_20170225_143505725

Post maravilhoso e recheado de degustações lendárias como o Castello D’Alba Vinhas Velhas do Douro e o Paralelo 8 do Vale do São Francisco. Ensinamos também como fazer uma paella de frutos do mar e harmonizá-la com a maravilhosa uva Albariño.

Alemanha/Argentina/Espanha/Paella

39-Paellas Pepe, Gewürztraminer Alemão, Torrontés Argentino, Cava Espanhola e show de Flamenco (link para o post)

IMG_20170826_210459223

Mais um post sobre Paella, dessa vez fazendo o review do restaurante célebre Paellas Pepe junto com a degustação de uma cava Espanhola, um Gewürztraminer Alemão e um Torrontés Argentino.

Brasil/Minas Gerais

26- Culinária Mineira com a melhor cachaça do mundo e com uma boa cerveja e vinho mineiros (link para o post)

IMG_20170203_133815824

Post totalmente dedicado à culinária, vinhos e cervejas de Minas Gerais. Há a degustação da melhor cachaça do mundo (Vale Verde 12 anos) e a visita à melhor cervejaria do Brasil: a Wäls.

Chile/França

27- Coquilles-saint-jacques, estrela francesa e um bom vinho chileno (link para o post)

bravo-bistro

Post sobre um ícone da culinária Francesa: o Coquilles-saint-jacques harmonizado com um Chardonnay Chileno.

Líbano/África do Sul/Comida Árabe

28- Vinhos do Líbano, Comida árabe e o pinotage da África do Sul (link para o post)

IMG_20170408_133554954_HDR

Post dedicado inteiramente à culinária árabe com vinhos do Líbano Brancos e Tintos e o famoso Pinotage da África do Sul. Inclui também degustações de vinhos do mediterrâneo e outras bebidas.

Cervejas Champenoises

29- Camarão à Húngara, cerveja Deus e a champenoise brasileira Wäls (link para o post)

IMG_20170429_183455843

Degustamos a lendária cerveja Deus junto com uma champenoise brasileira: a Wäls. Aprenda também como fazer um Camarão à Húngara.

Alemanha/Alsácia/Riesling

30- Culinária alemã: Eisbein à pururuca com a melhor uva branca do mundo (Riesling da Alsácia) (link para o post)

IMG_20170423_123822878

Esse post foi sobre a culinária Alemã junto com a uva mais famosa da Alemanha e eleita como a melhor branca do mundo: a Riesling.

51- Pisco, Riesling Alemão, Leitão à Pururuca com feijão tropeiro e harmonização com vinhos (link para o post)

IMG_20180303_144141641

Pisco, receita de Leitão à pururuca e pernil de porco. Harmonização com Riesling Alemão e Carmenère Chileno. Receita de pão com azeitonas.

Austrália/Chile/Shiraz/EUA/Pinot Noir/África do Sul/Cabernet Sauvignon 

32-Fettuccine verde ao molho pomodoro, frango na cerveja e duelo de shiraz australiano com chileno (link para o post)

IMG_20170521_143850936

Post sobre o duelo entre um shiraz australiano e um chileno. Características gerais da shiraz, pinot noir americano e um cabernet sauvignon da áfrica do sul.

Chile/ França/Bordeaux

35-Teste cego de Bordeaux Chileno Versus Grand Vin de Bordeaux (link para o post)

IMG_20170527_201241667.jpg

Post sobre o duelo entre um bordeaux chileno e um francês. Características gerais de um teste cego com história e resultado do embate com um Gigot D’agneau.

Espanha/Tempranillo/Argentina/Malbec/Portugal/Douro

36-Tempranillo Espanhol, Malbec Argentino, Churrasco e afins (link para o post)

IMG_20170514_160922672_HDR

Post com ênfase na uva tinta espanhola mais famosa: a tempranillo. Também possui vários assuntos como alguns vinhos malbec da Argentina harmonizando com churrasco, um do douro, alguns uísques e várias opções de vinhos na faixa de R$ 30.

Itália/Barbera/Primeiro B da Itália

38-Primeiro B da Itália e a Mezzaluna à Mama di Lucca (link para o post)

IMG_20170728_201610594

Primeiro post da série os 5 Bs da Itália. Falamos sobre a uva Barbera e como harmonizá-la no restaurante que é um ponto turístico do São Paulo: a Famiglia Mancini. Prato: Mezzaluna à Mama di Lucca.

Itália/Barolo/Segundo B da Itália

41-Segundo B da Itália, Prosecco, Barolo, Bordeaux, Icewine e Evento Italiano (link para o post)

IMG_20170916_150909101

Segundo post da série os 5 Bs da Itália. Nele abordaremos o Barolo, o Prosecco, o Icewine, alguns Grand Vin de Bordeaux, vinhos espanhóis, chilenos e portugueses. Temos também uma comparação de tanicidade entre o Barolo e o Pinot Noir.

Itália/Brunello di Montalcino/Terceiro B da Itália

52-Terceiro B da Itália, Brunello di Montalcino e a Casa do Porco (link para o post)

IMG_20180324_133915842

Post sobre o Brunello di Montalcino e sobre a Casa do Porco do chef Jefferson Rueda

55-Rosso di Montalcino, o pequeno brunello, vinho da sicília, foie gras e o maravilhoso presunto serrano pata negra (link para o post)

IMG_20180415_140118577

Post continuação do brunello dessa vez falando sobre sua versão mais simples: o Rosso di Montalcino. Temos também grandes vinhos chilenos, um vinho siciliano estupendo, foie gras e o estupendo presunto serrano pata negra!

Itália/Primitivo

42-Primitivo di Manduria, o melhor vinho do mundo e um delicioso polpettone com mix de cervejas (link para o post)

IMG_20170707_205416992

Post sobre meu vinho tinto preferido (primitivo di mandúria) e sua perfeita harmonização com o polpettone e linguine fresco. Falamos também sobre o lámen, a cervejaria nacional e uma boa opção de vinho brasileiro barato.

Itália/Primitivo/Negroamaro/Nero di Troia

61-Puglia, Orecchiette ao sugo, a Ilíada e o lendário Nero di Troia (link para o post)

20181208_150023

Post com temática da região da puglia, com primitivo, negroamaro e a lendária nero di troia. Temos também a orecchiette ao sugo e a bracciola.

Grécia/Agiogirtiko

46-Lambrusco, Vinho Grego e Gigot D’Agneau com Batatas Rústicas ao Aiöli (link para o post)

IMG_20171125_221238888

Post sobre os vinhos da Grécia com uma breve explicação sobre a história do vinho. Falamos também sobre o lambrusco e temos também uma receita de Gigot D’Agneau na churrasqueira junto com batatas rústicas ao Aiöli.

Áustria/Grüner-Veltliner/Hungria/Córsega/Brunello di Montalcino

53-Áustria, Hungria, Brunello di Montalcino com Pinot Noir da Córsega e Risoto de Manga com Camarão e Paillard de Mignon (link para o post)

IMG_20180407_150505039

Post sobre os vinhos da Áustria, Hungria, Córsega e o famoso brunello di montalcino. Palmito pupunha na brasa com pesto, risoto de camarão com manga e paillard de mignon com limão.

Ucrânia/Rússia

56-Culinária Russa (Draniki, Pelmeni, Borscht e Torta Napoleão) com vinho da Ucrânia e outras harmonizações (link para o post)

IMG-20180610-WA0002

Post sobre a culinária russa e harmonizações. Temos Draniki, Pelmeni, Borscht e Torta Napoleão. Temos também um grande vinho da Ucrânia.

Croácia/Argentina

57-Croácia, Rede de Pescador e o lendário Catena Zapata (link para o post)

IMG_20180630_205823045

Post sobre a croácia e seus grandes vinhos. Falaremos também sobre o restaurante coco bambu e seu famoso prato rede de pescador e finalizaremos com chave de ouro falando sobre a o melhor malbec do mundo e a churrascaria Fogo de Chão.

Inglaterra

59-Fish and Chips, Chardonnay Americano e Duelo de Espumantes (link para o post)

IMG_20181027_174135563_HDR

Post especial sobre a culinária inglesa e seu prato mais famoso: o fish and chips incluindo um review de um lugar que produz esse prato em São Paulo e uma receita completa do Gordon Ramsay. Temos um duelo de espumantes e um review sobre a taça gota. Finalmente temos um review de um chardonnay americano.

Japão

62-Saquê, culinária japonesa e harmonização com espumantes (link para o post)

20190125_115856

Post sobre a culinária japonesa com o sake e seus variados tipos. Temos também a harmonização com espumantes.

Geórgia/França

63-Geórgia, l’entrecôte, sauternes e receita de brioche (link para o post)

20190329_195944

Post sobre o país berço da cultura vinícola. Breve histórico da cultura do vinho, análise dos dois bistrôs: L’entrecôte d’Olivier e L’entrecôte de Paris e, finalmente, uma receita de brioche.

Romênia

65-Romênia, a História do Drácula e do Apocalipse Zumbi, Calvados e degustação misteriosa com Angus (link para o post)

20190928_120551

Amigos, esse post é sobre a Romênia e sobre a história do Drácula e do apocalipse zumbi. Temos a análise de duas grandes churrascarias de São Paulo: a Barbacoa e a NB steak, falamos sobre o calvados, o alma negra mistério e o Casa Valduga Villa-Lobos.

Como um vinho é feito?

“O Conhecimento e a educação sensorial apurada podem obter do vinho prazeres infinitos.” – Ernest Hemingway (Death in the Afternoon)

fluxograma

Introdução

“Degustar é beber prestando atenção, é aplicar um critério, um crivo”. Essas foram as palavras através das quais eu desenvolvi o segundo post do blog (Como degustar um vinho) e, conforme elas, a qualidade de uma degustação está intrinsecamente ligada à quantidade e à qualidade de critérios e informações que o degustador possui em relação ao vinho de escolha. Por qual motivo alguns vinhos possuem aromas de tabaco e baunilha enquanto outros não? Por qual motivo um vinho produzido com a mesma uva e com o mesmo processo de fabricação é completamente díspar de outro vinho produzido em um lugar diferente? Todas essas informações só podem ser respondidas através do conhecimento do processo de fabricação de um vinho. Falaremos também da diferença de produção dos vinhos tintos, brancos, rosés, do porto, etc. Só não falaremos nesse post dos champanhes e espumantes pois, para isso, haverá um post específico em breve. Embarquemos então nessa jornada magnífica!

1. Cultivo

grape_plantation-1280x720.jpg
Fonte:https://chaoswallpapers.com/

Embora os 7 passos descritos acima sejam todos muito importantes na produção de um bom vinho, nenhum deles é tão primordial quanto o primeiro. O vinho é um alimento e, como tal, não importa o quão bom seja o cozinheiro se os ingredientes são de qualidade duvidável. Aprendi com um francês amigo meu essa inesquecível frase: “Le secret d’une bonne nourriture sont les ingredients, ça veut dire que si tu cuisines la merde, le résultat sera une merde!!!”. Logo, todos os vinhos de altíssima qualidade do mundo todo possuem o diferencial de serem uvas de altíssima qualidade: isto é condição sine qua non. O assunto é tão importante que, de maneira genérica, um enólogo no fundo é um agrônomo, pois boa parte do curso é só sobre a agronomia.

Vitis Vinifera

É a variedade que produz vinho. Existem mais de 5000 espécies conhecidas (cabernet sauvignon, chardonnay, zinfandel, etc) e ela é originária da região mediterrânea, Europa Central e sudoeste asiático, do Marrocos a Portugal, do norte ao sul da Alemanha e a leste da parte norte do Irã.

Mas Pedro, é possível fazer vinho com aquelas uvas que eu encontro pra vender no supermercado? Sim, existem vários vídeos na internet e artigos escritos falando sobre como você fazer isso em casa. A única questão é que não será um bom vinho, pois a uva vinífera apresenta aspectos diferentes da uva de mesa vendida no supermercado: acidez, dulçor, espessura da casca diferente, etc. O raciocínio é o mesmo da pipoca: se ela é feita de milho significa dizer que posso fazer pipoca com qualquer tipo de milho? Não, pois o milho que estoura tem uma concentração maior de água no seu interior do que os outros. Ou a lógica da batata frita: posso fazer batata frita com qualquer batata? Sim, porém ela não vai ficar tão boa quanto a do Mc Donalds ou Outback porque, fora o processo de fabricação, ela é feita de uma espécie específica.

O que é o terroir?

A palavra terroir vem do Francês e significa não apenas o pedaço de terra com solo próprio para a vinicultura como também suas características geológicas, topológicas e climáticas. Ele é, sem sombra de dúvidas, o elemento mais importante do processo de produção de um vinho. No quarto post eu citei o exemplo da Malbec, que existia há séculos em Bordeaux junto com os melhores enólogos do mundo e não produzia vinhos bons, mas a mesma uva tornou-se famosa no mundo dos vinhos após o encontro com o terroir de Mendoza. Olivier Poussier (eleito o melhor sommelier do mundo em 2000)  possui uma frase célebre sobre o papel do terroir na elaboração de um grande vinho:

Um grande vinho é uma conjugação de complexidade, finesse, equilíbrio e persistência que propicia grande prazer ao degustador. Com o tempo, ele deve ganhar em sabores e aromas. Sua grandeza de expressão provém mais de seu terroir do que sua cepa e/ou de sua safra. Não há grande vinho sem um homem que, por seus conhecimentos sobre o terroir, saiba revelar toda a sua quintessência.

o_poussier
Olivier Poussier

A vinha possuirá o sabor e aroma específicos do seu terroir.

Necessidades da vinha

               De um modo geral, pode-se dizer que a vinha precisa dos seguintes elementos:

-Boas condições climáticas

 1- Temperaturas médias entre 10 ᵒC e 25 ᵒC (temperaturas baixas ou altas demais interrompem o seu crescimento)

2- Pluviosidade moderada de 500 a 700 mm por ano (muita água vai acarretar bagas grandes com muita água e pouco açúcar

3- Pouco vento

-Bons solos

1-Pouco férteis: uma pérola é formada dentro de uma ostra quando ela sofre devido a um distúrbio, e da mesma forma é com a uva: ela precisa “sofrer” pela pobreza do solo de forma a produzir um vinho de qualidade. Com um solo pobre, as raízes tornam-se mais profundas e isso permite a vinha obter o máximo de minerais.

2-Drenagem adequada: esse fator vai depender de cada uva, cada tipo pede um solo mais ou menos permeável.

Altitude adequada

Embora seja possível produzir bons vinhos em terreno plano, a maioria das uvas se adapta melhor em planaltos com altitude moderada. Isso se dá porque nestes locais os dias são bastante ensolarados e as noites são bem frescas, originando uma grande amplitude térmica e que permite à vinha o desenvolvimento de todo seu potencial.

2.Colheita

15_01_2015_cnjfhldf

O momento exato para a vindima irá variar dependendo do tipo de uva e região, mas ela ocorrerá quando o nível de açúcar na uva chegar ao seu máximo e estagnar. Ao mesmo tempo em que o nível de acidez diminui até ao seu ponto ideal e ali permanece.

3.Desengaçamento

hqdefault

Imediatamente após a colheita, a uva é posta numa máquina responsável por separar as uvas dos cachos antes delas serem prensadas.

4.Prensa

Essa, junto com a etapa da fermentação serão o ponto que irá definir se o vinho será branco, tinto ou rosé. No caso do vinho branco, logo após o desengaçamento, as uvas são prensadas e filtradas de forma que, apenas o caldo, o “suco” delas é posto para fermentar, com a ausência de qualquer casca. No caso dos vinhos tintos, as uvas são prensadas e deixadas para fermentar junto com as cascas. Se esse tempo de contato com as cascas é curto, surge o vinho rosé.

Nos primórdios a prensa era feita pisando as uvas com os pés:

medium_8-_pisar_as_uvas
Fonte:https://allartsgallery.com/

Logo após evoluiu-se para a prensa mecânica:

842552783_1_1000x700_prensa-para-vinho-de-duas-polegadas-com-sincho-75-85-barcelos

Mas hoje usa-se uma prensa do tipo pneumática (um balão interno se expande esmagando as uvas contra a parede do tanque):

prensa5.Fermentação

Após o esmagamento das uvas ou da extração do suco delas (no caso do vinho branco), esse sumo é levado para tanques de fermentação (geralmente de aço inox) onde ficam por cerca de 2 a 3 semanas com a temperatura deles sendo controlada.

cubas-de-armazenagem-para-vinho-em-aco-inox-06
Fonte:https://papodevinho.com/

É nessa etapa que vão surgir boa parte dos aromas que vemos nos vinhos (groselha, mirtilo, cereja, etc) devido à ação das leveduras degradando os açúcares e transformando-os em álcool e resíduos. A mais famosa das leveduras é a saccharomyces cerevisiae, responsável pela produção da cerveja e dos pães.

yeast-cells-saccharomyces-cerevisiae-80014009-m

É importante lembrar que a própria casca da uva já possui essas leveduras, porém pode-se manipular o resultado final de um vinho fazendo-se uso de porções adicionais delas.

Após essa etapa da fermentação, esse mosto é filtrado e o resultado já pode ser considerado vinho. Aqueles vinhos reservados que você encontra no supermercado e os compra por R$30 reais é exatamente esse produto: um vinho novo sem nenhum tratamento adicional.

reservado

Mas o que são aqueles “vinhos” ditos “suaves” baratos que encontramos no supermercado?

São feitos com o refugo do mosto e adição de açúcar. Após o vinho ser filtrado, o mosto resultante é prensado em uma extração final e acrescenta-se um pouco mesmo do vinho junto com açúcar e outros ingredientes.

6.Envelhecimento

É nessa etapa que o vinho vai ser sofisticado. A permanência dele no barril de carvalho é que vai definir os aromas “complexos” que percebemos em boa parte dos bons vinhos: baunilha, madeira e tabaco (porque o barril de carvalho recebe tratamento com fogo antes de ser utilizado).

artisan

O tempo de amadurecimento no barril pode durar de 6 meses até 2 anos em alguns casos. É daí que vem a diferença entre os títulos reserva e gran reserva: o tempo em que cada vinho permanece dentro do barril de carvalho. Na Europa esse tempo é padronizado, mas nos países do novo mundo como o Chile cada produtor determina o que é reserva ou gran reserva.

1_en
Fonte:https://casillerodeldiablo.com/
chile12
Fonte: https://mochilandoroots.wordpress.com/

7.Engarrafamento

Et voilá, após o vinho ser colocado na garrafa e enrolhado ele está pronto para ser consumido, o que não significa que ele possa ainda “apurar” mais no caso de um vinho de guarda ou transformar-se em vinagre no caso um vinho simples, de mesa. Vale a máxima:

“O sonho de todo vinho é transformar-se em vinagre!”

Conclusão

O assunto é bem complexo e há muitas lacunas que criei no meu artigo, porém é necessário compreender que fazer um vinho resume-se a 4 coisas:

1-Esmagar as uvas

2-Deixá-las fermentar

3-Filtrar o mosto e engarrafar a bebida ou

4-Deixá-la envelhecendo num barril de carvalho antes de engarrafá-la

13672088018452278733_1655206b5a_z1
Fonte: https://crowdact.com/

Conheça todos os posts do blog através desse link